10 de junho de 2016

Resenha - Como eu era antes de você

Olá meus queridos!
Hoje vim falar de um livro que em breve virará filme! e preparem os lencinhos por que este livro promete muitas emoções, eu já li a culpa é das estrelas e digo a vocês, é bem pior rsrs '
Passei meses adiando esse livro por não me sentir preparada psicologicamente, mas vamos lá? tentarei trazer uma resenha clara, objetiva e sem dar muitos spoilers, mas não prometo conseguir me expressar tão bem.
Capa 1° Edição
Título do Livro: Perdida: Como eu era antes de você Editora: Intrínseca Páginas: 320 Ano:2013 Gênero: Romance Avaliação: ★★★★★ Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Will Traynor é uma pessoa ativa, extremamente aventureiro e cheio de vida, ama viver cada dia como o último , e não tem medo de se arriscar, até que um dia chuvoso, ao conversar por telefone sobre trabalho ele sofre um atropelamento e perde os movimentos , fica tetraplégico , dois anos se passam e Will é uma pessoa triste , onde passa o dia vendo a vida acontecer pela janela, até que chega uma cuidadora inusitada chamada Louisa Clark , Lou como é chamada, tem 26 anos, e passou os últimos anos trabalhando em um café até que o mesmo foi fechado, Lou estava feliz tendo sua vida monótona , namorado a anos com o mesmo cara, ela o amava, ele era legal, apesar de nos últimos meses estar focado em ser maratonista.

Lou é de família humilde, e seu salário ajudava na casa, onde sua irmã agora tem um filho e ela mora com os pais e o avô, depois de muito procurar e tentar se adequar em uns empregos, ela começa a sentir saudades do emprego que tinha, onde ela estava acostumada a aquela rotina, até que surge a oportunidade dela ser cuidadora, por um horário determinado , sem precisar limpar o paciente que era algo que ela temia, não podendo recusar já que seu dinheiro sustentava parte da casa, ela vai a entrevista e logo descobre que ela não será cuidadora de um velho como imaginara , e sim de Will , que de início é ranzinzo e tenta evitar conversar com ela, ou ser ao menos simpático , ela percebe que ele não se esforça para parecer bem, não faz a barba, não corta o cabelo, o que o torna com aspecto ainda mais de doente.

 Reparei que ele parecia determinado a não lembrar em nada com o homem que tinha sido; (...). Seus olhos cinzentos tinham marcas de cansaço, ou de desconforto que ele sentia o tempo todo (...). Eles levavam o olhar vazio de alguém que está sempre alguns passos afastado do mundo a seu redor. Às vezes, eu me perguntava se aquilo não era um mecanismo de defesa de Will, já que a única maneira que encontrou de lidar com sua vida foi fingir que não era com ele que aquelas coisas estavam acontecendo.

Com o passar do tempo, Lou já se ver a algumas semanas na casa de Will onde começa a se acostumar com seu humor, tem dias que ele fala com ela, tem dias que não, tem dias que ele parece não está lá, onde seus pensamentos vagam pela janela de seu quarto, com o passar do tempo ele vai cedendo, deixando Lou cuidar dele, e até fazendo piadas provocativas, como se isso se tornasse algo que eles tem em comum, ele sempre tenta fazer Lou pensar na vida, o que ela vai querer a longo prazo, quais suas perspectivas para o futuro, mesmo ela estando segura na sua zona de conforto, aos poucos ela passa a ler mais para quando for questionada por Will, e sem perceber vai se tornando uma pessoa mais madura, é bastante interessante ver a evolução da garota do café onde passava que ia viver sua vida toda ali, e a garota que conversa com Will sobre viagens.

Em um dia onde tudo deveria ser rotineiro, ele recebe a visita de sua ex, que comunica gentilmente que vai se casar, e a situação não podia ser mais constrangedora, apesar de Will desejar toda a felicidade para o "casal" , Lou se ver tocada com a situação a se deparar com as fotografias de quando Sr. Traynor podia andar, seu sorriso de quem gostava de viver, e sem perceber ela vai se envolvendo e lutando para esconder até de si mesma, mas a mudança vem de ambos os lados, onde Will passa a deixar que Lou faça sua barba e seu cabelo, começa a sair para a vasta varanda dele, tomar um sol, parece bem melhor , mas isso não muda sua decisão..

Um dia Lou consegue escutar uma conversa da mãe de Will, que dá a entender que ele estabeleceu um prazo para viver, pois é , por mais triste que pareça ele já havia tentado se matar sem muito sucesso, e depois de implorar por semanas a mãe finalmente cedeu a autorização do mesmo a fazer isso, com a condição que ele desse a ela 6 meses com seu filho, ele de bom grado topou, e desde então sua mãe vem tentando alegrar sua vida, e tentando arrumar formas de fazer Will desistir, com o impacto da notícia Louisa se demite, ela não pode ser conivente com isso, ela não pode ver isso acontecer e não fazer nada, mas depois da mãe dele muito insistir, ela cede com a condição de dedicar seus dias lá a fazê-lo desistir dessa ideia, a proposta é aceita pelos integrantes da família não importa quanto se gaste para isso.
Eu dispunha de cento e dezessete dias para convencer Will Traynor de que ele tinha motivos para viver.

Louisa é uma pessoa dedicada, em ser cuidadora, em ser amiga, em tentar, ela bola um calendário com todos os seus dias restantes e tenta preenche-lo com atividades que possam fazer Will ver que mesmo tendo suas limitações ele ainda pode sair, viver, não seria como antes mas ainda seria sua vida, mesmo com muita insistência por parte de Will ela não desiste, e aos poucos ela vai amando aquele homem ao ponto de se tornar uma luta não somente por sua vida como se fosse a de qualquer outra pessoa, mas, por mais tempo com o homem que ama, e se ver em um conflito pelo fato de ter um namorado que ela gosta, gosta da rotina, da estabilidade , mas será que o ama? E lou será que conseguirá fazer Will desistir em nome do amor? ele também se apaixonará? Só lendo para saber rsrs'

"Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas."

"Sei que essa não é uma história de amor como outra qualquer. Sei que há motivos para eu nem dizer isso. Mas eu amo você. De verdade."

E vai ter adaptação do livro para o filme esse mês !! Só digo uma coisa preparem os lencinhos, o livro é apaixonante, impactante, e avassalador, me fez passar semanas sem conseguir ler nada completo, me encontro ainda em depressão literária, e queria muito dividir com vocês minhas opiniões, angustias e etc., mas seria spoiler e sempre tento deixar a resenha com detalhes oculto para que desperte a leitura, logo não poderia contar como termina o livro, lamento queridos rsrs '
Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.

“Você só vive uma vez.
É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível”

Mas para vocês terem uma noção, comecei essa resenha a uns dias e só vim terminar hoje, e quase não consigo, pois fiquei lembrando de como foi o livro, vale super a pena a leitura, totalmente diferente do clichê, e sem contar que no filme os personagens não deixam a desejar, a trilha sonora então nem se fala, de cortar o coração, vou deixar aqui embaixo o link do trailer para vocês. Espero que tenham gostado, me desculpem se ficou confusa eu me sinto confusa quanto ao que sentir em relação ao livro, conto depois como foi o filme, nos vemos em breve, beijos queridos!


                    Como Eu Era Antes de Você - Trailer Legendado 

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Papo Literário © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo